segunda-feira, 13 de julho de 2015

O Doppelgänger da minha mãe

      Eu estava escrevendo no meu computador quando minha mãe veio no quarto e me trouxe um pouco de creme de leite com morangos. Ela saiu logo em seguida e deixou a porta aberta. Eu vi bem quando ela saiu, pois agradeci a ela pela sobremesa. Poucos minutos depois, vi mãe entrar no quarto mais uma vez. Ela passou muito rápido, como se estivesse apressada. Eu falei com ela, ela olhou para mim mas não respondeu. Entrou no banheiro. Sem dizer uma só palavra. 
       Eu fiquei sem graça e voltei a escrever e saborear meu creme com morangos. Quando percebi que minha mãe estava demorando no banheiro. Chamei por ela, mas ela não respondeu. Me levantei e quando vi a porta do banheiro encostada e a luz apagada, estranhei. 
- Mãe, o que você está fazendo aí no escuro? Ficou doida! - Eu disse e empurrei a porta.
        Não havia ninguém no banheiro. Eu acendi a luz e olhei, espantada. Fui correndo até a sala e minha mãe estava sentada vendo TV com meus irmãos. Eu perguntei a ela se ela tinha ido ao banheiro e ela respondeu que não. Eu contei o que houve a ela, e ela jurou que não havia ido ao banheiro. Eu não acreditei muito, só quando fomos ao mercado, quase em seguida - já que ela havia esquecido um ingrediente para o prato que faria no jantar -, e ela ficou desesperada para ir ao banheiro. Foi estranho. Minha mãe não acreditou muito em mim, mas tudo bem. Eu sei que não tô louca porque não é a primeira vez que vejo o doppelgänger da minha mãe. A primeira vez, eu a vi olhando por cima do muro.
      Minha mãe, mesmo, já viu seu doppel uma noite, quando dormiu na casa de uma amiga dela. Ela acordou no meio da noite e viu uma mulher idêntica a ela, sentada, com as pernas cruzadas, a observando. Ela estava toda vestida de preto e sorria para minha mãe, que gritou. Apavorada. Eu deveria ter lembrado minha mãe disso, mas na hora nem pensei nisso.
         Só pra deixar claro aqui, eu não vejo doppelgänger como os fãs de TVD veem. Para mim, esse é um espírito, algo como um demônio interior. Vou falar mais a respeito dessa criatura num outro post, numa outra hora.Mas isso me deixou intrigada. Por que o demônio interior de minha mãe está se mostrando a mim?

1 comentários:

Camila Siqueira disse...

A mt tempo atrás minha viu algo assim com a minha aparência aqui em casa, porém ela mal parecia ter rosto.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Template by:

Free Blog Templates