quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Clítia, a ninfa do girassol


Clítia era uma ninfa aquática, apaixonada por Apolo, que não lhe correspondia, o que a fez definhar. Ficava durante todo o dia sentada no chão frio, com as tranças desatadas caídas sobre os ombros. Durante nove dias, assim ficou, sem comer nem beber, alimentando-se apenas com as próprias lágrimas e com o gélido orvalho. Contemplava o sol, desde que ele se erguia no nascente até se esconder no poente, depois do seu curso diário; não via outra coisa, seu rosto voltava-se constamente para ele. Seus pés se enraizaram no chão, seu rosto transformou se numa flor, o girassol que se move constamente em seu caule, de maneira a estar sempre voltada ao sol, em seu curso diário, conservando assim, o sentimento da ninfa que lhe deu origem.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Template by:

Free Blog Templates